Portal Teatro Brigadeiro

Portal Teatro Brigadeiro

Portal Teatro Brigadeiro

Portal Teatro Brigadeiro

4 Riscos em não Tratar a Impotência Sexual

Ainda um grande tabu entre os homens, a impotência sexual, acaba sendo só tratada, muitas vezes, quando já está bem adiantada, dificultando, ainda mais o tratamento.

É preciso ter em mente que, qualquer problema, quanto mais cedo for tratado, mais chances terá de cura.

No mais, sexo é vida, é saúde, e a impotência sexual acaba afetando a qualidade de vida de qualquer homem, se não for devidamente tratada.

Dessa forma, a recomendação é, assim que se perceba sintomas de algum distúrbio em suas funções sexuais, procurar ajuda médica o mais rápido possível para dar-se início ao tratamento adequado.

Acredite, somente com um tratamento adequado é possível controlar e evitar que o problema se desenvolva.

E, no caso do problema estar em um estágio mais avançado, mesmo que já não seja mais possível reverter o problema, existe sempre a possibilidade de, ao menos, melhorar o quadro.

Por isso, é fundamental procurar um médico assim que perceber que a impotência sexual está se repetindo.

Conheça abaixo os 4 maiores riscos em não tratar a impotência sexual.

Leia também: Tratamento para ejaculaçao precoce masculina

Agravamento do problema

É comum ao se apresentar sintomas de uma doença e não cuidar da mesma, que ela vá se desenvolvendo e agravando com o passar do tempo.

Com a impotência não é diferente, por isso, a importância de procurar tratamento logo ao detectar os primeiros sintomas, assim que o problema começa a se manifestar.

Nessas horas, tabus e vergonhas só servem para agravar a situação, podendo resultar em consequências sérias e, muitas vezes, até irreversíveis.

Por exemplo, no caso de um homem sofrer de ejaculação precoce, esse distúrbio pode progredir e se transformar em disfunção erétil. Até porque, muitos desconhecem, mas a ejaculação precoce pode ser um sintoma ou indício de futuros problemas de ereção.

E não é só isso, um simples distúrbio de ereção pode acabar se tornando um problema mais sério e até difícil de tratar, chegando ao grau de impotência sexual severa, podendo causar também uma ejaculação precoce secundária, que é quando o homem acelera a relação por receio de perder a ereção.

Assim sendo, a dica é se prevenir, procurando a ajuda profissional logo ao surgirem os primeiros indícios de manifestação de impotência sexual.

Sofrer com Depressão

Mas a coisa pode ficar ainda pior, já que existe um outro problema que costuma ser decorrente da falta de tratamento, que é a depressão, muito comum em casos de impotência sexual.

Caso a impotência sexual não seja tratada, a tendência é o homem ficar cada vez mais vulnerável emocionalmente, com baixa autoestima.

A impotência sexual afeta de uma forma muito agressiva a qualidade de vida dos homens que pode acabar se isolando socialmente e, assim, desenvolvendo a depressão.

Aí vira um a bola de neve, já que a depressão é tratada com antidepressivos e ansiolíticos, cujos principais efeitos adversos é a perda da libido e disfunção erétil, aumentando ainda mais a causa inicial da depressão.

Problemas no relacionamento

Outra questão que deve ser levantada, como resultado de não tratar rapidamente a impotência sexual, tanto a curto, médio ou longo prazo, são problemas no relacionamento com sua parceira, ou parceiro. É comum o homem se sentir diminuído, passar por um processo de baixa autoestima e insegurança e, até mesmo contrariado, acabar  afastando-se de sua companhia, por se sentir incapacitado.

Nessas horas, portanto, é fundamental conversar com sua parceira, ou parceiro, para que juntos consigam resolver o problema.

Consequências da automedicação

A automedicação, mesmo se sabendo ser uma prática muito perigoso, que pode resultar em sérias consequências, ainda é muito comum, principalmente, entre homens que sofrem com impotência sexual.

Parte disso se deve ao fato do enorme tabu que existe em torno desse problema, associando o fato de alguém ser menos homem se apresentar algum problema sexual, quando isso não é verdade.

Se os homens soubessem que todo homem, independente da idade, uma vez ou outra, apresentará algum problema sexual, eles não relutariam tanto na hora de procurar ajuda profissional. Isso acaba fazendo com que um problema, muitas vezes, fácil de resolver, se torne algo bem mais complexo.

Muitos homens se automedicam, usando remédios, muitas vezes, sugeridos por leigos na internet, mas sem eficácia para seu problema, podendo causar sérias consequências.

Lembrando que mesmo que um determinado remédio sirva, só o médico poderá avaliar seu problema e prescrever a dosagem e a forma correta de uso, com o devido acompanhamento.

Então, já sabe, não deixe que tabus prejudiquem sua qualidade de vida, hoje tudo tem tratamento, porém, quanto mais cedo procurar ajuda médica, mais chances de não agravar o problema e voltar logo a ter uma vida sexual saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *